Um estilo de vida saudável aumenta sua expectativa de vida, e anos vividos livres de doenças crônicas importantes.

Um estudo multicêntrico composto por 116.043 indivíduos acompanhados por um período de 12,5 anos, demonstrou que um estilo de vida saudável, como ter peso normal e pelo menos mais dois comportamentos, como por exemplo, nunca ter fumado, ser fisicamente ativo e um consumo moderado de álcool, estão associados a maior longevidade, livre de doenças crônicas. Os participantes com esses perfis de vida atingiram a idade média de 70,3 anos com ausência de doenças crônicas, como diabetes, doença coronariana, acidente vascular cerebral, câncer, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência cardíaca e demência. Estas comorbidades são priorizadas pela Organização Mundial de Saúde como alvos de prevenção. Esses dados fortalecem a evidencia para ações de apoio a escolhas saudáveis na vida cotidiana da população.

Atende às recomendações da Organização Mundial da Saúde:

– O índice de massa corporal (calculado como peso em quilogramas dividido pela altura em metros ao quadrado): é considerado peso normal com valores abaixo de 25;

– Nunca ter fumado;

–  Atividade física no lazer: maior ou igual a 2,5 horas de atividade moderada por semana, ou maior ou igual a 1,25 horas de atividade vigorosa por semana;

– Consumo de álcool (número total de bebida alcoólica que uma pessoa consume em uma semana, equivalente a 10 gramas de etanol): mulheres – 1 a 14 bebidas por semana, homens – 1 a 21 bebidas por semana.

Essas descobertas são biologicamente plausíveis, já que a obesidade eleva a pressão arterial, resistência à insulina e altera os níveis de colesterol e triglicerídeos, aumento o risco das doenças cardiometabólicas. O aumento da massa gorda abdominal altera o padrão respiratório e aumenta a chance de câncer local especifico. A fumaça do tabaco está associada ao desenvolvimento de câncer, doenças cardiovasculares e pulmonares. O álcool afeta a saúde por meio de intoxicação, metabolismo da glicose e inflamação. 

Os benefícios da atividade física regular a saúde, são auxiliar a redução da pressão arterial, diminuir a possibilidade de inflamação sistêmica e gordura abdominal, melhorando a sensibilidade à insulina, e níveis de colesterol/triglicerídeos. Previne, ainda, diabetes tipo 2, doença cardíaca e pulmonar, como também na prevenção do câncer.

Vamos adotar esses comportamentos de hábitos saudáveis para viver mais e melhor?! Procure o auxílio do seu médico de confiança para fazer uma avaliação e trilhar um programa individualizado para atingir uma melhor e duradoura qualidade de vida.

Referência:

Solia TN, Archana SM, Jaana P, et al. Associação de estilo de vida saudavel com anos vividos sem doenças crônicas importantes. JAMA Intern Med. 2020 maio; 180(5): 1–10. doi:  10.1001/jamainternmed.2020.0618

Dra. Viviane Porangaba

Dra. Viviane Porangaba. Médica Fisiatra. Membro da Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação. Médica Fisiatra do Centro Especializado de Reabilitação da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas. Mestre em Ciências da Saúde pela UFAL. Certificação em Medicina do Estilo de Vida pelo Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo e Vida e American College of Lifestyle Medicine. Instagram: @dravivianeporangaba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.