Você sabe como você mastiga?

Boa saúde e função bucal, incluindo eficiência da mastigação, estão associadas a um alto índice de qualidade de vida!

Tire um minuto enquanto você mastiga sua comida e observe: Você mastiga dos dois lados? Você sente que sua boca consegue segurar melhor a comida de um lado do que do outro? Sente dor na mandíbula quando mastiga um alimento mais duro?

Esses são alguns efeitos de uma oclusão/mordida não equilibrada e de hábitos de mastigação:
➡ Mais carga mastigatória somente de um lado da boca.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡O lado que não é tão usado começa a enfraquecer.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡Os músculos desse lado apresentam um pouco de flacidez pois são menos usados.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
➡Desgastes mais acentuados, fraturas dos dentes no lado mais usado e doenças gengivais.

Nosso corpo tenta nos proteger da dor e as vezes essa proteção faz a gente tolerar por exemplo usar mais um lado da boca do que ter dor ao usar o outro. No entanto, buscar balanço e simetria significa mais saúde no longo prazo. Os dentes foram feitos para mastigar dos dois lados.

Muitos de nós não mastigamos alimentos com a textura necessária para exercitar os músculos responsáveis pelos movimentos da própria mastigação. Assim vamos realizar a mastigação mais rápida durante a refeição, e preferir alimentos mais fáceis de mastigar: carboidratos, doces que sofrem ação das enzimas presentes saliva e não requerem tanto esforço dos músculos e dentes, mas são pobres em nutrientes.

O processo de digestão se inicia na boca. Dessa forma somos capazes de iniciar a absorção dos micronutrientes tão necessários para bom funcionamento do nosso organismo.

Os dentes, a boca e a língua existem para você levar o alimento para o corpo. O equilíbrio é usar bem todos os dentes para quebrar alimentos dos dois lados da boca, usando a língua e a boca fechada para movimentar esse bolo alimentar. Quebrar as moléculas para facilitar a sequência da digestão e absorção. Isso tudo não deve doer e nem um lado ser mais favorecido, ou fazer mais força do que o outro.

Se você percebeu algum desconforto tente exercitar a mastigação com alimentos pastosos como a banana. Uma vez por dia mastigue uma banana prestando atenção se foram exercitados os dois lados da boca assim que você conseguir faça o mesmo com a maçã, a pera e insira alimentos mais fibrosos como damasco, brócolis, ameixa seca. A maior força será necessária para as oleaginosas como castanha, nozes, amendoim, amêndoas sempre dos dois lados da boca e sem açúcar. Ao perceber dificuldade relate ao seu dentista. Ele poderá analisar a eficiência da tua mastigação.

Vamos nos encontrar aqui e conversar mais?

Sou Queila Samistraro, cirurgiã-dentista. CRO/SC 6785 – Certificada em Medicina do Estilo de Vida, mestre em biotecnologia. Atuo com Disfunção Temporomandibular, ortodontia e ortopedia funcional dos maxilares.

http://www.draqueilasamistraro.com

 

Fonte:

 Zenthöfer A, Ehret J, Zajac M, Kilian S, Rammelsberg P, Klotz AL. The Effects of Dental Status and Chewing Efficiency on the Oral-Health-Related Quality of Life of Nursing-Home Residents. Clin Interv Aging. 2020 Nov 11;15:2155-2164. doi: 10.2147/CIA.S273671. PMID: 33204080; PMCID: PMC7666994.

Bandela, Vinod, Munisekhar, Manay Srinivas, Patil, Santosh R., Nagarajappa, Anil Kumar, Faruqi, Saif, Metta, Kiran Kumar, Alam, Mohammad Khursheed, & Kanaparthi, Saraswathi. (2020). Oral Health-Related Quality of Life (OHRQoL) in Patients’ with Dental Prosthesis. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada20, e0006. Epub July 20, 2020. https://dx.doi.org/10.1590/pboci.2020.095

Dra. Queila Samistraro

Cirurgiã-dentista CRO/SC 6785 - Certificada em Medicina do Estilo de Vida, mestre em biotecnologia. Atuo com Disfunção Temporomandibular, ortodontia e ortopedia funcional dos maxilares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *